segunda-feira, 16 de abril de 2012

Formas Clarice Cliff em porcelana da Vista Alegre- Clarice Cliff shapes in Vista Alegre porcelain


Hoje, a aproximar-se mais uma terça-feira com os seus eventos ligados ao chá em Tea Cup Tuesday, Tea Time Tuesday e Tuesday Cuppa Tea, vou "servir" chá e café com porcelana portuguesa da Vista Alegre ao estilo de Clarice Cliff.
A Fábrica de Porcelana da Vista Alegre sempre procurou acompanhar as últimas  tendências europeias no design de porcelana, a par das linhas mais clássicas e tradicionais.
É assim que nos anos 30 e 40 a vemos fabricar modelos marcadamente Arte Déco, da mesma maneira que nos anos dez tinha fabricado modelos Arte Nova (ver aqui  dois desses modelos).


As peças V.A. que hoje aqui mostro foram certamente influenciadas na forma, embora não na decoração, pelo modelo "Conical" da artista cerâmica inglesa Clarice Cliff (1899-1972).

Motivo "Ravel" (produzido entre 1929 e 1935) no modelo "Cónico", pertencente à série "Fantasque"

Esta artista, cujo trabalho veio a ser conotado com a Arte Deco, nasceu em Tunstall, Stoke-on-Trent, coração das "Potteries" (as terras oleiras de Staffordshire), onde cedo iniciou uma carreira de ceramista industrial, enquanto ia fazendo os seus estudos em arte. Mais tarde, em Burslem,  teve estúdio próprio na empresa do que veio a ser o seu marido e aí deu largas ao já adquirido domínio de técnicas artísticas e à sua criatividade. Ficou conhecida como criadora de modelos imaginativos, cheios de exuberância nas cores, com desenhos quase "naif" pintados à mão, tendo dado apropriadamente os nomes  de "Bizarre" e de "Fantasque" ao estilo dessas peças das séries mais populares..


A Vista Alegre optou por manter o mesmo formato na cafeteira e na leiteira e quanto ao açucareiro deu-lhe uma forma mais aberta, com tampa, o que quanto a mim o torna mais gracioso e o faz parecer um pequeno OVNI.
Curiosamente, a leiteira deste conjunto original de época tem uma tampa, igual à que teria a cafeteira, mas entretanto, à falta dela, encontrei uma tampa branca também Arte Deco e lá compus (ou descompus) a peça :)
Embora com um ar muito contemporâneo que qualquer casal jovem não desdenharia usar em sua casa, são já velharias com cerca de 80 anos.


A marca que se vê no fundo de qualquer destas porcelanas foi usada pela Vista Alegre entre 1924 e 1947, abrangendo portanto o período de influência Arte Deco, que as suas linhas bem representam.

Há cerca de uma década, a Fábrica da Vista Alegre fez a reposição deste modelo de serviços, quer de chá quer de café, embora com outras decorações.

Peças de serviço de chá Amadeus

 Não sei qual o nome do serviço a que pertenceu o meu conjunto de peças  em amarelo e branco, mas a esta linha recente foi dado o nome de Amadeus.
Na minha opinião, perdeu algo de fundamental que foi a decoração a cores vibrantes dos modelos originais.
Talvez seja mais vendável assim, mais sóbrio e intemporal, mas parte do encanto foi-se...
As chávenas destes serviços Vista Alegre também não copiaram os modelos Clarice Cliff, de que se vê em baixo um conjunto muito representativo encontrado num sítio da net.


Entretanto, graças aos comentários com informação preciosa aqui deixados por  MAFLS -  Memórias e Arquivos da Fábrica de Loiça de Sacavém - fiquei a saber que este formato da Vista Alegre foi denominado Asa Triangular e a versão igual às minhas três peças em amarelo e branco figurou na exposição realizada nos Estados Unidos em 2005 intitulada Portuguese Ceramics in the Art Deco Period.
Só me falta dizer que esse meu conjunto de três peças foi comprado em 2002 num antiquário de Angra do Heroísmo e foi o "souvenir" que trouxe da última viagem que fiz àquela encantadora cidade.

27 comentários:

  1. Oh gorgeous!! This tea sets are unique dear Maria, you always make me drool over all you share. Stunning! Have a wonderful week. Hugs,
    FABBY

    ResponderEliminar
  2. Those are fabulous designs, and do remind me of Clarice Cliff. Thanks so much for sharing and for linking to Tuesday Cuppa Tea!
    Ruth

    ResponderEliminar
  3. Hi Maria,
    Fabulous pieces you have shared today! I could only look at the photos as I couldn't get the translator to work. It must be from my end because others seem to know what your post says. Thank you for joining me for tea and for your very nice comment. Have a lovely week.

    Blessings,
    Sandi

    ResponderEliminar
  4. Oh, the translator came on after I left my comment. It was interesting to read.

    ResponderEliminar
  5. Very contemporary tea and coffee sets; something for everyone I'm sure.

    ResponderEliminar
  6. Hummmm(cof, cof), (mais uma tosse seca)...os modernismos para mim...

    Mas, mais vez o post está muito didáctico e dá uma bela explicação da fonte de inspiração de um modelo da Vista Alegre.

    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luís,
      Tenho que lhe oferecer uma caixa de pastilhas para a garganta… LOL
      Acho interessante conhecer as influências que se fazem sentir no mundo da arte, neste caso nas artes decorativas e acho que estas linhas e decorações, sobetudo as originais, transmitem alegria e boa disposição.
      Não sei se a influência das formas de Clarice Cliff sobre estes modelos da Vista Alegre se fez diretamente ou por outra via, nunca li nada sobre o assunto, mas a semelhança dos formatos fala por si.
      Um abraço

      Eliminar
  7. What interesting dishes! Modern..reminds me of something used on trains for long distance travelers. I like the colorful photo at the bottom. Thanks for visting my blog.
    Shawn

    ResponderEliminar
  8. Interessante como os coloridos vibrantes das chávenas da sua última fotografia me fazem lembrar o orfismo dos Delaunay, que em Portugal tanto sucesso fez, pela influência que espalharam no meio cultural/artístico português, devido à presença do casal no Norte do país, durante os anos da I Guerra Mundial!
    Este conjunto de chávenas acaba por ser muito apelativo pelo colorido, não tanto pelo design, que me parece algo de enfadonho.
    Apesar de ter produzido objetos com muita qualidade e intemporais, nas suas formas depuradas e elegantes, o movimento art-déco também deu ensejo a reinterpretações algo pobres e estereotipadas, que acabam por me deixar indiferente.
    No entanto é impossível ficar indiferente a este colorido vibrante e fantástico das últimas chávenas e ao desenho requintado do motivo Ravel
    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manel, fez-me compreender melhor porque é que os trabalhos de Clarice Cliff exercem tanta atracão sobre mim. É que gosto imenso da pintura de Amadeo de Souza Cardoso e foi ele que me levou aos Delaunay e ao Orfismo, que também aprecio muito.
      Efetivamente todo este colorido vibrante em formas geométricas, nalguns casos também com círculos, faz lembrar esse tipo de pintura…e eu não me tinha apercebido!
      Obrigada por ter vindo aqui esclarecer-me sobre os meus próprios gostos… :)
      Um abraço

      Eliminar
    2. Esqueci-me de lhe dizer que, mais uma vez, se deu um casamento feliz. Muito bom!
      Creio que a tampa que arranjou ainda é mais interessante que a original. Parabéns.
      E achei muito bonita a discreta elegância da decoração do serviço da sua filha!
      Na pressa (a minha vida anda sempre num sufoco), faltou-me este último reparo
      Manel

      Eliminar
    3. Muito obrigada, Manel, por se ter dado ao trabalho de voltar aqui com estas palavras simpáticas.
      Tenha um bom resto de semana.

      Eliminar
  9. Hi Maria,

    Your vintage teapots and teacups from Portugal are so unique! Thank you for sharing them with us.

    ResponderEliminar
  10. Hello Maria,
    You share the most interesting china ever! I love visiting your blog as I always get to see something I have never seen before. I only once saw a tea set like these. But these are really wonderful!
    Hugs,
    Terri

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thanks Terri!
      I'm very glad to see that you are back to normal, no longer feeling "under the weather"...
      Have the best next days!
      Hugs

      Eliminar
  11. Boa tarde, Maria Andrade.
    As pecas da VA que apresenta correspondem ao formato Asa Triangular, comercializado a partir de 1933.
    Um conjunto semelhante, exactamente na mesma cor mas incorporando um bule, foi exibido nos EUA em 2005 na exposicao Portuguese Ceramics In The Art Deco Period.
    Saudacoes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo do MAFLS,
      É um prazer tê-lo aqui a comentar, sempre tão esclarecido sobre este mundo da cerâmica!
      Fico-lhe muito agradecida pela informação, não só sobre o nome do formato e data de comercialização, mas sobre a presença de um conjunto deste tipo nessa exposição de 2005 nos Estados Unidos.
      Já tinha lido referências no seu blogue à mesma exposição, não sei se dispõe do catálogo ou se conhece algum site da internet onde se possam ver as peças. Se assim for poderia partilhar aqui o endereço?
      Cumprimentos e até breve

      Eliminar
  12. Prezada Maria Andrade:

    O facto de nao comentar os seus artigos nao significa que nao acompanhe regularmente, com muito interesse e agrado, os mesmos... Bem pelo contrario, bem pelo contrario... : )

    Quanto ao catalogo da referida exposicao, apenas existe um exemplar, em papel, depositado na Dana Library da Rutgers University.

    O MCS obteve em tempos uma copia parcial do mesmo.

    De qualquer modo, podem ver-se oito das pecas patentes na exposicao aqui: http://andromeda.rutgers.edu/~clpic/ForthcomingEvents.html.

    O conjunto ai exibido era um tete-a-tete, e deve notar-se a diferenca no bico da leiteira.

    Quanto ao revivalismo do modelo na VA de inicio deste seculo, a versao mais dispendiosa produzida apresentava o motivo Keisha, numa combinacao muito bem sucedida, em minha opiniao, de azul cobalto e complemento a ouro.

    Saiu de producao poucos meses depois de ser lancado. Talvez haja oportunidade de apresentar algumas pecas desse conjunto no MAFLS.

    Saudacoes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada por ter tão prontamente acedido ao meu pedido.
      Já fui ver o site e adorei ver as peças iguais às minhas... e as outras, claro. Só tive pena de não saber a origem de cada uma delas para além destas da Vista Alegre.
      Não conhecia o motivo Keisha neste formato, mas há outros para além desse e do Amadeus, o Chocolate, por exemplo, mas não me lembro de outros nomes.
      Cá fico a aguardar as suas apresentações.
      Cumprimentos

      Eliminar
  13. Acredite-se, ou nao, todas as outras sao Sacavem, Maria Andrade.
    A linha Keisha, desenhada pela saotomense Aissata Pinto da Costa, bem como as linhas Adey, Aisha e Oumi, em faianca, foram lancadas em finais de 1998.
    Ja em 2003, o espanhol Jesus del Pozo desenhou nova decoracao para este formato, na linha do que veio a ser a sua decoracao para diversas jarras VA, algumas delas complementarmente lapidadas na Atlantis.
    Saudacoes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente fiquei surpreendida!
      Imaginava que as primeiras fossem Sacavém, mas estava convencida que naquele conjunto estariam representadas outras fábricas.
      Também não entendi inicialmente que o motivo Keisha fosse Sacavém, pensava que era um dos Vista Alegre desse formato Asa Triangular.
      Muito obrigada de novo pelos esclarecimentos.
      Tenha uma boa semana

      Eliminar
  14. Sim, a linha Keisha e em porcelana da VA e foi aplicada no formato Asa Triangular.
    As linhas Adey, Aisha e Oumi, em faianca, foram produzidas pela subsidiaria Capoa, de Aradas, que a VA havia adquirido, e eram comercializadas pelas lojas Casa Alegre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe o mal-entendido.
      Como começou por falar de Sacavém e depois referiu faiança e eu nunca liguei faiança à Vista Alegre, fiquei um pouco baralhada :)
      Mas agora ficou tudo esclarecido.
      Obrigada

      Eliminar
  15. Olá Maria,
    mais uma pequena curiosidade.
    Em 1948, o Council of Industrial Design, fazia circular nas escolas de artes uma imagem de um serviço de copos de Clarice Cliff, de asa triangular e decoração "Ravel", com a seguinte legenda: "Now fortunately outmoded but still to be seen, and avoided. The unfunctional handle and the decoration provide a useful cautionary study."
    O funcionalismo impunha-se e o C.I.D. era sem dúvida o seu maior defensor. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades...
    Saudações,
    CMP*

    ResponderEliminar
  16. Boa noite,CMP
    Este é um dado que eu não conhecia e por isso lhe agradeço tê-lo partilhado aqui.
    Mas olhe que este C.I.D. estava cheio de razão em relação à não funcionalidade destas pegas. É que já deixámos de usar o serviço de chá Amadeus da minha filha, pelo menos com regularidade, porque as pegas -inteiras do mesmo género das Clarice Cliff, embora quadrangulares - escorregam facilmente, não são mesmo nada práticas!
    Mas quanto à decoração, é bem uma questão de mudança de modas...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  17. E aqui a Linha Chocolate neste formato http://www.vistaalegreatlantis.com/product.aspx/Mesa/Porcelana/Contempor%C3%A2neo/Chocolate/Caf%C3%A9/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo link.
      Também acho esta linha lindíssima!
      Só tenho pena de não saber a quem estou a agradecer este útil acrescento à conversa...

      Eliminar