domingo, 9 de março de 2014

Adeus, meu Pai


Ficas aqui, no meu jardim,
a sorrir-te para mim,
entre as plantas e as flores de que tanto gostavas...

26 comentários:

  1. meus sentimentos!
    linda foto. linda mesmo.
    b'jinhos
    Fábio

    ResponderEliminar
  2. Abraços amigos e sentidos,
    HMJ e APS

    ResponderEliminar
  3. meus sentimentos, maria. e hoje me lembrei de você ao postar em meu blog, o antiguinho, amostras de bordados à máquina feitos nos anos 30. um grande abraço.

    ResponderEliminar
  4. Cara Maria Clara, os meus sentidos sentimentos. Também eu perdi esta semana a minha muito amada avó, sempre presente desde que tenho memória de mim. Resta-nos lembrar os momentos que vivemos com aqueles que amamos e assim torná-los presentes no nosso dia a dia. Beijinhos, CC

    ResponderEliminar
  5. A morte dos nossos país é muito difícil de ultrapassar.Eu passei há pouco, pelo mesmo e ainda não aceitei a morte da minha mãe .Infelizmente a ordem natural das coisas, faz com eles tenham que ir primeiro que nós e por conseguinte passar por este desgosto. Espero de todo o coração que tenha força para ultrapassar este momento,tem o seu marido,filhos ,netinhos e restante família que lhe vão dar muito apoio,meus sentimentos.Graciete

    ResponderEliminar
  6. Maria Andrade

    Os meus sentimentos e não sei mais o que lhe escrever. Perante a morte de um ente querido de um amigo nunca sabemos muito bem, que palavras ou frases devemos pronunciar, que tragam consolo, mas não soem a simples convencionalismos.

    Mas, gostei da singela homenagem que lhe prestou aqui. O seu blog, tal como o meu é um espaço de memórias onde o culto dos que já partiram faz parte do seu conteúdo. É uma forma de os manter perto de nós.

    Bjos

    ResponderEliminar
  7. Maria Andrade
    Meus sentimentos
    Neste momento só um grande abraço
    Força e coragem
    Vai ultrapassar este momento dificil
    Vai demorar mas vai passar,acredite
    beijinho
    Grace

    ResponderEliminar
  8. Maria Andrade,

    Paz e Bem.

    Muita coisa não sabemos do tempo presente... e da Eternidade então?
    Mas a junção de corações e as vidas partilhadas não podem ser fruto de um mero vento, ainda que tenha tanto encanto... E tem,,, o vento, o canto... e um pai? Todo encanto sempre.

    Minhas pobres preces meu sentimento.

    Um abraço.

    Amarildo

    ResponderEliminar
  9. Maria Andrade,
    O começo de uma viagem...
    Um abraço.
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Minha boa amiga, como fiquei triste com a notícia.
    Resta-me dar-lhe um forte abraço de solidariedade e dizer-lhe que sinto muito a sua perda. Que descanse em paz.
    Um beijinho
    Maria Paula

    ResponderEliminar
  11. Os meus sentimentos. jorge saraiva

    ResponderEliminar
  12. Os meus sentimentos e a fotografia que aqui deixou tornou a pessoa mais próxima.
    O final de uma viagem e o início de outra
    Manel

    ResponderEliminar
  13. Querida María siento muchísimo la pérdida de tu padre.Piensa que es ley de vida aunque sea difícil de aceptar y que él permanecerá siempre a tu lado en tu jardín.
    Un Abrazo lleno de todo mi cariño

    ResponderEliminar
  14. Muito obrigada a todos pelas palavras de conforto e de pesar que aqui deixaram. Conto com a vossa compreensão para me desculparem por não responder individualmente a cada comentário.
    Sei que vou precisar de algum tempo para recuperar o ânimo – a doença e a morte do meu pai abalaram-me profundamente - mas também sei que as nossas conversas e os interesses partilhados me vão ajudar muito nesta nova fase da minha vida.
    Abraços e bem hajam

    ResponderEliminar
  15. Maria A.

    Toda Paz e Bem,

    Certamente todos haveremos de compreender e compartilhar com Vc e sua família este momento de despedida, saudade, perguntas talvez... É a Vida com toda sua riqueza, fragilidade e surpresa. Todos caminhando... Abramo-nos aos chamados da Vida que ela nos surpreenderá alegre e plenamente.

    Um abraço distante no espaço e bem perto no que importa tanto.

    Amarildo.

    ResponderEliminar
  16. Cara Maria Andrade,
    só hoje tomei conhecimento, mas não quero deixar de lhe mandar um grande abraço.

    ResponderEliminar
  17. Cara Maria,

    Só agora vi este seu post...
    Neste tipo de acontecimentos fico sem saber o que dizer ou escrever...
    Lamento imenso a sua perda!
    O culto dos mortos deve, em minha opinião, fazer-se através das boas memórias que nos deixam! Tenho a certeza que no caso do seu pai serão mais que muitas!!!

    Um grande xi-coração

    Alexandra Roldão

    ResponderEliminar
  18. Estranhava a sua longa ausência neste espaço, mas atribuía-a a razões que se prenderiam com a recente chegada de um novo membro da família, não com a dolorosa partida de outro...
    Um grande abraço de amizade e condolências, Maria Andrade.

    ResponderEliminar
  19. Dear Maria,
    I am soooo sorry for you and your family. I know how this feels and how much it hurts.
    I send you a big hug and a kiss.
    Your friend Johanna

    ResponderEliminar
  20. Venho novamente agradecer aos queridos amigos e amigas as palavras de apoio que me dirigiram e muito me sensibilizaram.
    Espero ir aos poucos regressando ao vosso convívio, participando nas conversas e desfrutando das vossas opiniões e partilhas, quer aqui quer nos vossos blogues.
    Um grande abraço de estima e gratidão.

    ResponderEliminar
  21. Sentidos pêsames Maria Andrade pela grande perda do seu querido pai.
    Ao ler o post soou-me que dele se despediu ao sabor da poesia...Parcas palavras repletas de sentimento.
    Andava preocupada com a sua ausência, acredite...
    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  22. Obrigada Isabel,
    Obrigada Amarildo.
    Faz hoje um mês...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  23. Bom dia Maria Andrade, tenho por hábito procurar novidades e os seus posts costumam ser bem delineados. Estranhei a sua ausência e interrompi as visitas. Agora sei qual foi o motivo. Siga em frente. A vida tem coisas às quais não podemos escapar! Mas a Maria pode ter a certeza que alguém querido continuará a olhar para si e esse alguém quer vê-la sempre a sorrir. Maria, dê o salto, vista-se de alegria e guarde a memória bonita de alguém que estará sempre "no seu jardim". Já está a preparar um novo post? Um beijo do Hector Castro.

    ResponderEliminar
  24. Caro Hector Castro
    Muito obrigada pela sua visita e pelas suas palavras. Tenho que dar tempo ao tempo até que as coisas regressem a uma certa normalidade, o que ainda não consegui. A minha vida complicou-se bastante, falta-me disponibilidade e concentração e as ideias não fluem como antes.
    Ando a preparar um poste há mais de uma semana, mas não consigo resumir o conteúdo e então passa de dia para dia e nunca mais sai. Veremos se é hoje...
    Mais uma vez lhe agradeço a simpatia e a força que me veio dar.
    Um abraço

    ResponderEliminar