terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Para os votos natalícios... um doce menino e uma pia de água benta




Estamos mais uma vez na época de celebração natalícia, marcada por imagens e símbolos do nascimento de Cristo, embora cada vez mais ofuscadas por todo o festival de brilhos, cores e música a convidar a outro tipo de celebração, bem mais mundana... De qualquer forma,  os presépios, por vezes na sua expressão mais simples, e as figuras de Jesus menino deitado nas palhinhas são símbolos incontornáveis da época - e não são só os crentes que mantêm viva a tradição.


Meninos e anjos com corpos de meninos estão entre as figuras mais representativas e também as que encontram o melhor acolhimento em qualquer ambiente de Natal. Este Menino Jesus é daquelas prendas especiais para mim, já que foi aconchegado nas palhinhas e ornamentado com muito bom gosto pelas mãos criativas de uma amiga. Sobretudo aprecio a utilização de materiais orgânicos, cascas e folhas secas, colhidos num qualquer parque ou jardim.
Este  ano trago também aqui, para abrilhantar a celebração, uma peça de faiança portuguesa usada em contexto religioso embora não necessariamente natalício: uma pia de água benta em faiança antiga.



Só o facto de ser uma pia de água benta em faiança já me enchia bem as medidas, mas aqui veio juntar-se-lhe a hipótese muito provável de ser fabrico de Miragaia. Não tem marca, o famigerado R de Rocha Soares que tiraria todas as dúvidas, mas o modelo  é em tudo - forma , cores deoração e tamanho - semelhante a vários exemplares conhecidos e catalogados, com marca de Miragaia.
Apesar de bem marcada pelo tempo e pelo uso, partida e unida com gatos e ainda com faltas, foi sendo preservada e foi agora tratada com todo o desvelo aqui em casa, sobretudo pelas mãos habilidosas do C.A., ao estilo dos restauros museológicos, sendo-lhe devolvida a inteireza e um aspeto digno e bonito, capaz de ombrear com os belos exemplares  do Museu Nacional Soares dos Reis.

 Museu Nacional Soares dos Reis
Fábrica de Miragaia, 1775-1822
 Museu Nacional Soares dos Reis
Fábrica de Miragaia, 1775-1822




















Encontrei estes dois exemplares nas coleções do Matriznet, de um total de cinco com idênticas caraterísticas, quatro deles com marca da Fábrica de Miragaia.

Pias de água benta do catálogo "Fábrica de Louça de Miragaia"
Quer os exemplares do Matriznet, quer os do catálogo "Fábrica de Louça de Miragaia", têm um ar de parentesco, talvez evidenciado pelo motivo central - sempre  a cruz da Paixão, com ou sem instrumentos de tortura.


Mas outros elementos se repetem em quase todos os exemplares, incluindo o meu : o alçado recortado em voluta e rematado em concha, a pia semi-circular moldada em gomos e com o remate inferior em bico e a altura de 27-28 cm. A diferença mais notória que o meu exemplar apresenta é o esmalte num tom anilado em vez de branco.
Para mim este achado foi como que uma prenda de Natal antecipada uns dois meses :)


E assim aqui deixo os meus votos de Boas Festas para quem ainda continua a passar por aqui, seguidores e amigos, e em particular desejos sinceros de um Ano Novo mais fácil e feliz para todos os portugueses.



20 comentários:

  1. Feliz Natal e um Próspero Ano Novo. Cheio de paz, saúde e alegria. Pra você e toda sua família! Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, caro Ricardo. É bom vê-lo por aqui de vez em quando.
      Tudo de bom para si também.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Na parte material e laica, desejo que a sua Consoada tenha também um Bacalhau de boa lasca, umas boas rabanadas e sonhos, que mais não sejam, para 2015.
    Cordiais Boas-Festas, Maria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É inevitável que essa parte mais material de boas comidas e doçarias se imponha nesta época, mas o mais importante é a boa companhia de família e/ou amigos.
      É tudo isso que também lhe desejo neste período de festas, caro APS!

      Eliminar
  3. Maria Andrade

    Desejo-lhe também um feliz Natal para si e a sua família e a pia de água-benta foi uma belíssima escolha para esse dia.

    Gostei muito do seu post e não há dúvida que apresenta semelhanças evidentes com as pias produzidas por Miragaia. Aliás, se não for Miragaia será certamente de uma fábrica vizinha, como Santo António de Vale da Piedade.

    É curioso, que foi depois de ver a exposição de Miragaia no Porto, onde estavam expostas umas quantas pias, que fiquei alertado para o valor da pia de água-benta que tenho em casa. Só nessa altura me apercebi que é antiga. No entanto, a minha peça foi em tempos feita em mil pedaços, encheram-na de cola e por detrás colaram-lhe papel para servir de suporte à colagem. A cola que tinha à frente removi-a com ajuda do Manel, mas atrás não arranjei coragem, pois tenho medo de estilhaça-a. Mas tenho a certeza que haverá por lá uma marca qualquer, provavelmente Viana. Julgo que quem lhe restaurou a peça esteja aí na sua zona, pois gostaria de a entregar nas mãos de um profissional.

    Bjos e mais uma vez bom Natal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Luís, pelos votos, que retribuo, e pela amizade.
      Fui rever a sua pia de água benta e reparei que também a apresentou no Natal... já lá vão três anos! Fiquei encantada, e penso que datará dessa altura que o meu desejo de também possuir uma em faiança antiga ;) Era urgente retirar-lhe a cola em excesso da parte da frente para lhe devolver a beleza primitiva, mas quanto ao verso, não me preocuparia muito, só com a possibilidade de lá poder estar uma marca. Com ou sem marca, o Luís demonstrou bem toda a semelhança que ela tem com exemplares de Viana.
      Esta nossa foi restaurada aqui mesmo em casa, com a paciência do meu marido, mas um restauro reversível.
      Ainda bem que gostou! Beijos

      Eliminar
  4. Votos de Festas Felizes, Maria Andrade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço e retribuo, caro MAFLS. Foi um prazer vê-lo passar por aqui de novo! Cumprimentos.

      Eliminar
  5. Maria Andrade

    A sua pia de água benta é muito bonita, quer pela forma, quer pelos relevados que lhe dão realce, enriquecendo-a no jogo de claro escuro.
    A forma da caldeira, gomada, é muito elegante.
    O tema é semelhante a algumas pequenas jarras de Viana que a seu tempo mostrarei.
    Um abraço a votos de Feliz Natal.

    if

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Ivete
      Agradeço e igualmente lhe envio os meus votos de Festas Felizes.
      Também adorei o formato desta pia de água benta e ainda mais quando me apercebi que era caraterístico das pias de Miragaia. Este tema da Paixão realmente também aparece em jarras de altar de Viana. Fico curiosa por ver os exemplares que refere.
      Um abraço

      Eliminar
  6. A peça que apresenta é muito semelhante às de Miragaia, e se fosse dessa fábrica mítica acho que estaria muito bem nas suas mãos.
    Não obstante, seja ela ou não de Miragaia, é de uma grande beleza, com um motivo singelo mas muito bem pintado, formas elegantes, vidrado brilhante e cores vibrantes.
    Mas como o seu marido me parece uma pessoa paciente, qualidade imprescindível para qualquer restauro, o trabalho saíu muito bom.

    Espero que o seu Natal tenha sido tranquilo e agora desejo-lhe o próximo ano cheio de alegrias e de realizações.
    Lá consegui colocar este comentário, mas não foi nada fácil, pois tenho pouquíssima rede.
    Saudações para vós
    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manel
      Calculo que esteja a passar esta época de Natal fora de Lisboa, no local habitual ou de regresso às origens aqui mais para os meus lados. Sim, embora com faltas muito importantes, tivemos um Natal tranquilo, como espero que tenha sido o seu. Obrigada pelos votos para o novo ano que lhe retribuo em igual medida.
      Quanto ao restauro caseiro da pia de água benta, as mazelas continuam visíveis, mas as lacunas foram preenchidas a branco e foi consolidada na junção das duas partes porque, apesar dos gatos, não estavam firmemente unidas. Foi efetivamente um trabalho de alguma paciência que achamos que resultou bem.
      Obrigada pela persistência para deixar o comentário. Sabe bem como as suas palavras amigas são sempre bem-vindas.
      Um abraço

      Eliminar
  7. Minha boa amiga
    Já cá vim várias vezes, mas sempre a correr e com o tempo contadinho:) Hoje, que a casa se começou novamente a esvaziar, cá estou eu, meia nostálgica, mas rendida à sua peça que é muito bonita e com semelhanças evidentes às do catálogo. Esta, também é uma das peças que cobiço. Não tenho nada de caráter religioso a não ser uma jarra de altar, também ela decorada com a cruz da Paixão de Cristo. Calcule que alguém a transformou em candeeiro!! Tenho que a recuperar serrando o casquilho. Já estraguei duas facas de cozinha e só serrei o equivalente a uns cinco centímetros :)
    Reitero os meus votos de Festas felizes.Que o novo Ano seja repleto de alegrias, para si e todos os seus.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Paula
      Compreendo bem a azáfama em que tem andado! É muito bom termos a casa cheia, mas depois não chegamos para as encomendas... ;)
      Pelo que me diz, parece que andámos a comprar faianças à mesma senhora! Fico muito satisfeita por ter ficado para si essa jarra de altar transformada em candeeiro e assim a poder vir a admirar, bem cuidada e bem fotografada, num dos seus postes...
      Desejo-lhe um excelente 2015, que inclua boas aquisições de velharias! :)
      Beijos

      Eliminar
  8. Hello Maria,
    Your new font is wonderful, what a find for you! I hope that your Christmas Day was lovely and that the New Year brings you much love and joy.
    Hugs,
    Terri

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dear Terri
      I've missed your visits here and your tea posts for Tea Cup Tuesday! I'm glad you're back to the blog routine and feeling much better, I hope.
      Best wishes for you and family in the New Year! Hugs

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Muita saúde e felicidades para ti em 2015!
      Beijos

      Eliminar
  10. Feliz Ano Novo cheio de descobertas.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para si também, Ana... e obrigada pela visita. :)
      Beijos

      Eliminar